Novidades

Catalisador: O que é e como funciona?

Descubra a importância desse componente do seu carro
Catalisador (Divulgação)

Em alguma roda de conversa entre os amigos ou com seu mecânico você já deve ter ouvido falar do catalisador. Mas você sabe qual a importância e qual sua finalidade dentro do seu carro? Pensando nisso, elaboramos um pequeno guia para explicar sua funcionalidade e dar algumas dicas de manutenção.

  • O que é um catalisador?

O catalisador é um componente que faz parte do sistema de escape de gases do veículo. Dentro ele possui uma espécie de colmeia de cerâmica – ou em alguns casos, metálica – que é envolta em aço inoxidável, onde existem minúsculas partículas de metais nobres que, em contato com o monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio e hidrocarbonetos mal queimados, transformam a composição destes gases, decompondo parte por parte e permitindo que as emissões que chegam à atmosfera sejam menos nocivas do que as inicialmente expelidas pela combustão.

Catalisador (Divulgação)
  • Como o catalisador funciona?

Quando os gases nocivos – monóxido de carbono (CO), hidrocarboneto (HC) e óxidos de nitrogênio (NOx) – emitidos pela combustão passam pelo catalisador, eles são filtrados por uma estrutura de colmeia dentro do catalisador.

Como funciona o Catalisador (Divulgação)

Nessa estrutura interna – composta de duas substâncias químicas (paládio e molibdênio) – os gases nocivos reagem com esses gases, convertendo-os em vapor de água e outros gases não tóxicos, como o gás carbônico (CO2) e o nitrogênio (N2).

  • Quais são os cuidados que devemos tomar com o catalisador?

Por ser uma peça sensível, é necessário tomar alguns cuidados para que o catalisador não seja danificado, o que vai prejudicar  o bom funcionamento do motor. Então é sempre recomendado seguir algumas dicas básicas.

Catalisador (Divulgação)
  • Sempre utilizar combustível de procedência conhecida; um cuidado que vale para outros componentes, mas sobretudo para o catalisador que pode ser sobrecarregado com elementos nocivos.
  • Realizar uma inspeção  periódica do componente: não basta ter um catalisador original e achar que ele durará para sempre.
  • Em caso de falhas, não prolongue as tentativas de dar partida.
  • Não dê partida no “tranco” ou passe por trechos com grama alta e lombadas que possam atingir o equipamento.
  • Mantenha velas, filtros e bicos injetores em bom estado, pois podem prejudicar o catalisador.
  • Motor desregulado ou com queima óleo pode prejudicar partes do catalisador.
  • Fique atento ao sinal luminoso que indica problemas com o catalisador. É a senha para levar seu veículo até um bom mecânico para entender o que está acontecendo.

 

  • Quando ele começou a ser obrigatório?

As primeiras notícias que se tem a respeito da obrigatoriedade do catalisador nos automóveis, data do início dos anos 1970. Los Angeles foi uma das primeiras cidades nos Estados Unidos a ter uma legislação rígida a respeito de emissão de poluentes.

Como funciona o Catalisador (Divulgação)

Depois da cidade californiana, alguns países da Europa começaram a exigir das montadoras a aplicação do catalisador em seus modelos para reduzir a emissão de poluentes nocivos. No Brasil, os primeiros modelos equipados com o catalisador chegaram no início dos anos 90. Já sua obrigatoriedade foi definida pelo Proconve – Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores – em 1997.

Se você quiser saber ainda mais, pode encontrar mais curiosidades no vídeo abaixo!

Sobre o autor

Avatar

Redação Momento Vox

Comente

Clque aqui para comentar

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Fale com o Momento Vox!