Novidades

Entenda o que dizem os códigos na lateral dos pneus

Aquela “sopa” de letras e números nos pneus traz mais informações do que você imagina

Não existe dúvidas que o pneu é um dos componentes mais importantes do carro, já que é ele a única parte do veículo que entra em contato direto com a via. Dito isso, quando chega a hora de trocar o pneu do seu carro, saiba que você deve seguir as especificações de fábrica. Saiba que muitas dessas informações estão ali na lateral dos pneus, mas você sabe o que quer dizer cada uma delas?

É o que esse guia do CESVI Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) nos mostra. Vale destacar que toda aquela sopa de letras e números tem um significado, com códigos que revelam informações desde a data de fabricação até as suas medidas. São informações que profissionais do universo automotivo costumam saber, mas que são difíceis de decifrar para quem é leigo no assunto.

(reprodução)

Abaixo, confira a “tradução” desses códigos e não passe aperto na hora de adquirir pneus novos para o seu carro:

Modelo de pneu: 195/60 R 15 88 V

195: refere-se à largura do pneu em milímetros;

/60: indica o perfil do pneu (altura). O número representa que o perfil tem determinada porcentagem da largura (neste exemplo, 60% – 0,6 X 195 = 117 mm);

R: especifica o sentido de construção do pneu quanto ao posicionamento das lonas. Neste exemplo, R vem de radial. Mas também poderia ser D, de diagonal;

15: refere-se ao diâmetro da roda em polegadas. Neste caso, 15” (ou 38,1 mm);

88: representa o valor de carga admitida para este pneu. Neste caso, existe uma tabela de referência, sendo que 88 equivale a 560 kg de carga;

V: aponta o índice de velocidade máxima a que o pneu pode ser submetido. Para a letra V, é de 240 km/h.

 

Fique atento também

Existem outras informações também muito importantes nos pneus, que revelam a semana e seu ano de fabricação. Esses dados aparecem depois da sigla DOT, essa gravada na lateral do pneu. Exemplo: se estiver escrito DOT – 2311, quer dizer que o pneu foi produzido na vigésima terceira semana do ano de 2011.

Segundo o CESVI, é recomendável ainda que o pneu não ultrapasse cinco anos da data de fabricação, mesmo que esteja pouco desgastado.

Aliás, por falar em desgaste, há o chamado índice TWI do pneu (Tread Wear Indicator), que indica o nível de desgaste da banda de rodagem. Quando esses indicadores começam a tocar a via, isso significa que o pneu está no seu limite máximo de desgaste aceitável para a segurança.

Veja mais:

>> Pneu do seu carro furou? Veja como trocá-lo com segurança

>> Balanceamento: quando é a hora de fazer?

>> Farol aceso de dia, cadeirinha e viseira: veja o que mudou na lei além da CNH