Novidades

Mercedes-Benz apresenta nova geração da central MBUX

Central multimídia utiliza tela de 56” polegadas
Central MBUX (divulgação)

O próximo lançamento da Mercedes-Benz, no concorrido e aquecido mercado de carros elétricos será o EQS – versão 100% elétrica do Classe S, mas com um design exclusivo e recheado de tecnologia.

E por falar em tecnologia, um dos maiores destaques – no caso, literalmente o maior destaque – fica por conta da nova interface de multimídia a MBUX – Mercedes-Benz User Experience – que no EQS terá uma tela de QLED de nada menos do que 56’ polegadas e terá 3 telas – inclusive para o passageiro.

Central MBUX (divulgação)

Além disso, o sistema de inteligência artificial está mais eficiente e com respostas mais rápidas do que os sistemas atuais, disponíveis nos modelos da marca. A enorme tela de 56’ polegadas supera até a do SUV Escalade que tem 38’ polegadas, além de ter um visual mais orgânico do que o do Cadillac.

Central MBUX (divulgação)

Para o motorista, o painel de instrumentos conta com um design muito semelhante ao que é encontrado no atual Classe S, além de oferecer detalhes da condução autônoma e 100% elétrica. O sistema conta com 8 núcleos de CPU, 24 gigabytes de RAM e banda de memória RAM de 46,4 GB por segundo.

Central MBUX (divulgação)

Já o vidro que cobre toda a superfície é curvado tridimensionalmente no processo de moldagem, a uma temperatura de aproximadamente 650°C. Esse processo permite uma visibilidade do display livre de distorções por toda a largura do veículo, independentemente do raio de cobertura da tela. Dois revestimentos na cobertura da tela reduzem os reflexos e facilitam a limpeza. O vidro curvado, em si, é feito de um silicato de alumínio especialmente resistente a arranhões.

Central MBUX (divulgação)

Além disso, foram tomadas medidas de segurança em caso de colisão, que incluem pontos de ruptura pré-determinados ao longo das aberturas laterais, assim como cinco suportes que podem ceder de uma forma programada em caso de acidente, graças à sua estrutura em forma de colmeia.

Central MBUX (divulgação)

Já a inteligência artificial pode armazenar vários perfis de motorista e passageiro, e com a aprendizagem de máquina, ele pode sugerir algumas opções de mudança no conforto do motorista e passageiro, bem como alterar a altura da suspensão, modo de condução, entre outros serviços.

Central MBUX (divulgação)

A enorme tela é batizada de Hyperscreen, e graças ao sistema inteligente de comandos de voz, basta dizer “Hey Mercedes” e ser atendido para inúmeras possibilidades de personalização do veículo. Dentre as funcionalidades, o sistema pode te ajudar a reservar restaurantes, marcar reuniões, e até mesmo o aniversário daquele parente mais distante.

O enorme painel utiliza tecnologia OLED – o mesmo de algumas televisões modernas e smartphones – que desligam os pontos pretos economizando assim energia, e somente ascendendo os pontos claros e luminosos.

E como dito mais acima, o sedã elétrico EQS será o primeiro modelo da marca a utilizar essa nova central de entretenimento, e em um futuro não muito distante, outros modelos da marca podem vir a utilizar uma versão mais simples e menor – dependendo da categoria do veículo.