Novidades

O que é a junta homocinética e qual o seu valor?

Responsável por levar a força do motor até as rodas, precisa de atenção.
Junta homocinética (divulgação)

Você já ouviu falar da junta homocinética? Bom se não ouviu falar, saiba que é ela a responsável por levar a força do motor para as rodas. Vamos saber mais?

  • Quando surgiu a junta homocinética?

A junta homocinética foi criada em 1927 pelo francês Pierre Fenailler e só foi utilizada em produção de massa no Mini Morris, em 1959. A junta homocinética, é composta pelo eixo, rolamento e coifa protetora.

Mini Cooper (divulgação)
  • Qual a função da junta homocinética?

A função da junta homocinética é transmitir para as rodas a tração do veículo. Determinada pelas marchas,  age para que o carro tenha maior ou menor força ao se locomover. É graças a ela que as rodas do seu carro giram, recebendo a força do motor fazendo assim com que o veículo se locomova.

Junta homocinética (divulgação)

A junta fica localizada entre a transmissão e os eixos de transmissão, os quais são ligados às rodas pelas juntas externas. Elas estão presentes nas duas extremidades dos eixos e tem a função de conferir estabilidade ao veículo, transferindo a tração para as rodas de forma constante.

Sem ela não haveria como transferir a força do motor para as rodas e movimentar o carro, isso porque é ela quem recebe a força e a transmite às rodas; independentemente de como elas estejam se movimentando. Isto é, independente de para que lado e direção se colocam enquanto o veículo se movimenta.

  • Como fazer a manutenção da junta homocinética?

Assim como qualquer outra parte do veículo, é sempre recomendado verificar o manual do proprietário para descobrir a cada quantos km é necessário fazer a revisão periódica do conjunto. O ideal é conferir a cada 5 mil ou 10 mil km dependendo do seu uso.

Peças junta homocinética (divulgação)

O primeiro sinal de que existe algum problema na junta homocinética, são ruídos, que basicamente podemos definir em dois tipos. O primeiro ruído geralmente vai aparecer quando o veículo fizer curvas, onde o som se parecerá com um estalo, “crék”.

Peças junta homocinética (divulgação)

Caso isso ocorra, provavelmente, os problemas estão na superfície da pista de rolamento das esferas na junta fixa, que fica ao lado da roda. O barulho é ainda mais perceptível quando manobramos o veículo em marcha a ré.

A segunda probabilidade é caso o ruído ocorra com o veículo em movimento em linha reta. Neste caso, o desgaste está na junta deslizante, que fica do lado do câmbio. Geralmente, o ruído é causado por algum tipo de contaminação da graxa com terra ou sujeira, tornando-a abrasiva.

Uma boa dica de como prevenir que aconteça algum ruído, além das manutenções preventivas, é evitar terrenos acidentados, com buracos, elevações abruptas, sobre cargas e manobras que forcem um ângulo muito grande de esterçamento nas rodas.